quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Secretária de Saúde apresenta a Prestação de Contas do 1º e 2º quadrimestres de 2013

No dia 17/09, a Secretária Municipal de Saúde, Ana Márcia Gomes, realizou uma Audiência Pública, na Câmara Municipal, para a Prestação de Contas do período de janeiro a agosto de 2013. A gestora explicou, de forma detalhada, todo o orçamento que ultrapassou a marca dos 15% - previstos em lei - dos gastos da saúde. Ela foi minuciosa ao detalhar a fonte dos recursos, o quadro de pessoal da Saúde, os Convênios e fez um comparativo entre a arrecadação e os gastos. Confira a seguir:

RECURSOS

Receita Municipal:
IPTU - Imposto Predial e Territorial Urbano
ITBI - Imposto sobre Tranmissão de Bens Imóveis
ISS - Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza
IRRF - Imposto de Renda Retido na Fonte
ITR - Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural

Dívida Ativa de Impostos:
Quota do FPM (Fundo de Participação dos Municípios)
Quota do ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural)
Quota do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores)
Quota do ICM (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias)
Quota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)
Compensações financeiras provenientes de impostos

FUNCIONÁRIOS

A Prefeitura possui, ao todo, 85 funcionários no quadro da Saúde, divididos nos seguintes setores:

Administração: 5
Motoristas: 6
Vigilância Sanitária: 3
Vigilância Epidemiológica: 1
ESF (Estratégia de Saúde da Família): 43
UBS (Unidade Básica de Saúde): 12
Farmácia: 3
NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família): 4
Odontologia: 5
Estagiários: 3
TOTAL: 85 funcionários

Concursados: 27
Contratados: 51
Estagiários: 3
Cargos Comissionados: 4

RECURSOS VINCULADOS AOS PROGRAMAS

Fortalecimento da Vigilância em Saúde - R$ 5.918,27 - Periodicidade: Mensal
Saúde em Casa - Estadual - R$ 24.000,00 - Quadrimestral
Programa Farmácia Básica - Ministério da Saúde - R$ 4.824,18 - Mensal
Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) - Ministério da Saúde - R$ 26.600,00 - Mensal
Programa de melhoria de Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) - Ministério da Saúde - R$ 6.800,00 - Mensal
Saúde da Família - Ministério da Saúde - R$ 28.520,00 - Mensal
NASF - Ministério da Saúde - R$ 8.000,00 - 1º Trimestre e R$ 12.000,00 - Mensal
Piso de Atenção Básica (PAB) fixo - Ministério da Saúde - R$ 23.804,17 - Mensal

CONVÊNIOS

1 - Farmácia de Minas - 06/07/2012 - Estado - R$ 100.000,00

2- Academia da Saúde (Básica) - 09/07/2012 - Dep. Odair Cunha - R$ 80.000,00

Ana Márcia explicou que o maior problema para a conclusão dos projetos é a aquisição de um terreno que atenda as exigências do governo para a construção dos empreendimentos mencionados acima. 
A Farmácia de Minas será construída no Bairro São José e o Prefeito informou que os recursos liberados pelo governo não serão suficientes para a conclusão das obras, necessitando assim dos recursos da própria Prefeitura Municipal para a conclusão do projeto.

3- Ampliação da UBS do Bairro São José para abrigo de resíduos sólidos - 28/06/2012 - Estado - R$ 50.000,00

Ana Márcia afirmou que a prioridade para a UBS do Bairro São José não é construir abrigo para os resíduos e sim uma área de embarque e desembarque de ambulâncias, muros, enfim, melhorar a estrutura geral da UBS. O convênio não pode fornecer recurso que não seja para o objeto solicitado, por isso a Secretária de Saúde pretende rever para não devolver o dinheiro e aproveitá-lo de maneira mais eficaz, de acordo com a real necessidade da UBS do Bairro São José.

4- Convênio 937 - Aquisição de 2 veículos modelo Doblô para Tratamento Fora do Município (TFD) - 2012 - Dep. Dalmo Ribeiro e Dep. Duarte Bechir - R$ 108.000,00

A população está mal informada a respeito deste convênio que vai adquirir dois veículos modelo Doblô (Fiat) e não duas ambulâncias, como erroneamente o Deputado Duarte Bechir divulgou durante a inauguração do aparelho de Raio X da Santa Casa.

5- Convênio 510 - Aquisição de equipamentos de Informática (5 notebooks e 1 impressora) e 1 veículo - 2012 - Emenda Parlamentar - R$ 33.800,00

6- Academia da Saúde (Intermediária) - 2013 - Emenda Parlamentar Dep. Miguel Corrêa - R$ 100.000,00

A Academia da Saúde enfrentou o mesmo problema da escolha do terreno para sua construção. O local escolhido foi o Bairro Bica.

7- Equipamentos e Material Permanente (UBS do Centro e bairro São José) - 2013 - Emenda Dep. Federal Diego Andrade - R$ 150.000,00

Ana Márcia lembrou que os convênios podem demorar meses ou mesmo anos para liberarem os recursos e, por isso, a Prefeitura deve aguardar as novas aquisições para não gerar gastos desnecessários, caso o órgão decida antecipar as ações conveniadas utilizando recursos próprios.

ARRECADAÇÃO E GASTOS

Arrecadação do município*

Gastos da Saúde* que deveriam ser realizados neste período para não ultrapassar os 15%

Gastos da Saúde* nos meses de janeiro a agosto de 2013 os quais ultrapassaram os 15%

Porcentagem dos gastos da Saúde

RECEITA E DESPESA


* Valores brutos

CONCLUSÕES
  • A Saúde do município gasta muito com o Pronto Atendimento: a verba do município está voltada para a Atenção Primária e não para a Secundária (Santa Casa);
  • A Saúde gasta muito com TFD (Tratamento Fora do Município): as consultas e exames fora do município agregam um gasto estrondoso para a Saúde, dificultando melhorias no setor. A população também não colabora, pois muitos cidadão faltam às consultas e exames, gerando um gasto desnecessário, já que as mesmas foram pagas pelo governo municipal, apesar do não comparecimento do usuário.
  • Apesar do investimento para a saúde, este número é insuficiente para mantê-la: os gastos são maiores do que a arrecadação;
  • População com hábitos assistencialistas e calcada no "remediar a doença": a população está acostumada a ser atendida no âmbito pessoal e não no coletivo. Os cidadãos devem entender a diferença entre o seu desejo pessoal e o necessário para sua vida. Deste modo, os recursos públicos são destinados para atender as necessidades da população e não os seus desejos.
  • Saber utilizar os recursos que chegam: evitar gastos desnecessários, desperdício e atender as necessidades da população são desafios de qualquer administração pública.
  • Política da Verdade: qualquer dúvida, procurar os envolvidos para os devidos esclarecimentos, no caso, a Secretária de Saúde.
A Secretária de Saúde concluiu a reunião lembrando que toda a população e os vereadores precisam saber das dificuldades enfrentadas pelos gestores municipais e também se colocou à disposição para fornecer as informações para os munícipes na Secretaria de Saúde.

Nota da Redação: Apenas dois vereadores compareceram à Audiência Pública: José Marcos Rezende Bustamante (vice-presidente) e João Alberto Silva (presidente).

sábado, 13 de julho de 2013

Conferência Municipal de Saúde e Assistência Social

Conferência, no dicionário, significa ato de conferir, verificar, reunião para tratar de assuntos aos que nela tomam parte, preleção, discurso. 
Na próxima semana, será realizada, em Pedralva, a Conferência Municipal de Saúde e Assistência Social, sendo que, como as próprias definições acima demonstram, toda a população pedralvense está convidada para se reunir e avaliar as metas anteriores da Conferência realizada em 2011 e discutir os problemas, necessidades e apontar soluções.

A Conferência Municipal configura a participação popular na gestão, sendo garantida na Lei nº 8142/90 que criou o Sistema Único de Saúde, o SUS. É uma forma de atender as necessidades da população de maneira mais eficaz e direcionada, permitindo um conhecimento, por parte do poder público, da real situação da saúde e assistência social em nossa cidade.
Por isso, caro leitor, o seu comparecimento irá contribuir para o planejamento das ações da Prefeitura Municipal para os próximos 2 anos de governo, sendo uma oportunidade e tanto para quem deseja melhorar os serviços, afinal, toda crítica construtiva será bem-vinda.

Como o município de Pedralva é extenso, no dia 18 de julho, próxima quanta-feira, haverá a Pré-Conferência para a zona urbana às 19:00. Durante a Pré-Conferência, faz-se um levantamento de todas as questões através dos grupos correspondentes a cada bairro. A Pré-Conferência serve para cada cidadão apontar todas as necessidades de cada canto do município, pois só ele sabe como está a situação em sua comunidade.
No dia 20 de julho, sábado, às 14:00, haverá a Pré-Conferência para a zona rural e, para facilitar o acesso ao local do evento, os ônibus da Prefeitura estarão disponíveis para trazer os moradores dos bairros para a cidade. Quanto mais moradores participarem do evento, mais questões poderão ser levantadas e a melhoria no sistema de saúde e assistência social será garantida.

Depois da exposição de todas as questões de cada bairro durante a Pré-Conferência, haverá uma Conferência Final que irá ocorrer no dia 4 de agosto, domingo, às 14:00. Nesta última etapa, reúnem-se os Delegados que são os representantes de cada bairro eleitos na Pré-Conferência. Eles irão organizar e construir as metas para os próximos 2 anos usando o bom senso de atender todas as necessidades da população.

Todas as reuniões irão ocorrer na Câmara Municipal e vocês já podem pensar nas questões referentes ao seu bairro para colocar em pauta durante a Pré-Conferência.
É o povo de Pedralva lutando para melhorar suas condições de vida através da participação no planejamento das ações do poder público municipal.

terça-feira, 2 de julho de 2013

ONG Resgacti começa a atuar em Pedralva

No dia 25 de junho, foi realizada mais uma reunião para definir a atuação dos voluntários e eleger o representante da ONG Resgacti em Pedralva. Autoridades políticas, veterinários, membros da comunidade e até moradores de São José do Alegre, que atuam na ONG Resgacti daquela cidade, estavam presentes.


Gilberto Andreotti, presidente da ONG, retornou a Pedralva para realizar mais orientações e organizar a atuação da Resgacti em nossa cidade através de um representante, dos conselheiros e dos atendentes. O call center foi criado para atender a população na resolução de problemas, dar orientações e promover a castração dos animais. Andréia, Juliana e Sevila são as atendentes da Resgacti em Pedralva e você pode ligar para um dos telefones abaixo para contactar uma delas:

Andréia: 9115-3192
Juliana: 9932-3028
Sevila: 3663-1932 ou 9919-6105

DEMAIS MEMBROS DO CONSELHO

Representante: Monique Braga (veterinária)

Conselho Administrativo: Catarina, Monique e Aline

Responsáveis pela captura dos animais: Marcelo, Ricardo e Valdinei


A Resgacti é mantida com recursos próprios oriundos da doação dos colaboradores. Toda doação efetuada em Pedralva, será revertida para a Resgacti em nossa própria cidade nas despesas com alimentação, remédios e castração dos animais. Quando a entidade receber o título de OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), poderá angariar fundos através de doações de empresas as quais poderão descontar do Imposto de Renda. Mas, por enquanto, a ONG vai contar com a ajuda dos colaboradores que podem contribuir com qualquer quantia. Os postos de arrecadação são: o Sindicato Rural e a Casa Lotérica.

Sendo assim, o colaborador deverá escolher um dos postos de arrecadação mencionados acima, pois seu carnê ficará retido para evitar a ação dos oportunistas que utilizavam os carnês para obter recursos próprios.
O sistema de arrecadação consiste em três vias por pagamento - uma do contribuinte, outra do posto de arrecadação e outra da Tesouraria - para evitar fraudes nos valores arrecadados. Gilberto ressaltou que o colaborador pode saber quanto doou em qualquer época, pois eles possuem uma planilha que contém os valores arrecadados de cada contribuinte, além da Prestação de Contas realizada mensalmente.

Carnê da Resgacti

Os contribuintes que não moram na cidade podem efetuar um depósito identificado na conta da Resgacti ou fazer o depósito e enviar a foto do comprovante para o e-mail da ONG.

Banco Bradesco
Agência: 1275-0
Conta Corrente: 0659150-7


O transporte e o local destinado para abrigar os cães de rua serão fornecidos pela Prefeitura que escolheu uma escola situada no bairro Furnas - a Escola Estadual Santa Gema - para sediar o canil após algumas modificações pontuais que ainda serão realizadas.

Fachada da escola Santa Gema no bairro Furnas - Foto: Luiz Marcelo R. Rezende

O envolvimento e o entusiasmo da população pedralvense foram elogiados pelo presidente da ONG, Gilberto Andreotti, e também pelos integrantes da Resgacti de São José do Alegre. O grande número de voluntários é uma prova de que a população está empenhada em resolver o problema dos cães de rua da cidade e resta saber se os proprietários dos animais também estarão empenhados em castrar os seus cães ou gatos.

Gilberto durante a segunda reunião

A Resgacti não irá recolher todos os animais que estiverem nas ruas, pois o canil vai abrigar um número reduzido de cães que serão escolhidos de acordo com o seu comportamento. Os animais que possuírem donos serão encaminhados para suas residências e os proprietários serão orientados a não deixar os cães soltos nas ruas, submetidos a riscos como atropelamento e maus tratos.

A próxima reunião da Resgacti ocorrerá no dia 10 de julho (quarta-feira) na Câmara Municipal. Participe você também!


Veja também:

segunda-feira, 24 de junho de 2013

O Centenário nº 300

Neste mês, o jornal "O Centenário" atingiu a marca de trezentas edições. Também não é pra menos, pois o "jornalzinho" - como era carinhosamente chamado quando surgiu - circula há 26 anos, desde quando Pedralva comemorou o centenário da instalação do município em 1987.
De lá pra cá, várias transformações aconteceram com o intuito de aprimorar sua impressão e, consequentemente, o seu conteúdo. Suas páginas ganharam cores e formas mais definidas e suas edições contam até hoje com a colaboração de diversos leitores que enviam matérias, ajudando a construir este periódico mensal.

Nos anos 90, participei da equipe de apoio que era responsável por organizar o jornal antes da distribuição para os assinantes. Nossa função era dobrar os jornais, colar as etiquetas e alocá-los em ordem alfabética para garantir uma entrega sem atropelos. José Edson Gomes, o Edinho, comandava a empreitada e já trazia as etiquetas prontas, trabalhadas letra a letra, impressas da matriz em alto relevo.


Com o passar dos anos, a modernidade trouxe a comodidade da impressão a laser e as etiquetas tornaram-se auto-colantes. O trabalho da equipe de apoio diminuiu consideravelmente devido à praticidade da dobradura, da colagem de etiquetas e da organização, pois não mais é necessária a ordem alfabética dos jornais. O periódico ganhou uma embalagem plástica que o protege das ações do tempo, já que seus exemplares viajam através do Brasil e do exterior.

Não deve ser fácil construir um jornal, mesmo com a periodicidade mensal, visto que o editor deve conhecer diversos assuntos relacionados à cidade como: fatos históricos, do cotidiano, da política e da cultura em geral. Ele também deve manter-se constantemente antenado com os acontecimentos, trabalhando 24 horas por dia para cobrir eventos, colher depoimentos, tirar fotos, enfim, correr atrás das notícias. 
José Edson Gomes - Diretor e Editor - realiza este trabalho desde a fundação do jornal e mantém o vigor e o entusiasmo até os dias atuais. Irmão do ex-prefeito da cidade, Antônio Eloísio Gomes, Edinho não poupou críticas a sua administração, mostrando sua imparcialidade diante dos fatos.

Inúmeros autores também ajudam a construir este jornal: alguns temporários, outros esporádicos e colunistas cativos. Todos os membros da Diretoria continuam atuantes na redação do jornal: Paulinho Faria é o responsável pelas charges; Antônio Nélcio de Abreu (Chinho) escreve as matérias do Ponto de Partida e outros textos; Aécio Zózimo Bustamante redige sua coluna desde a fundação do jornal. 
Os saudosos colunistas como o Padre Manoel Escribano - Das coisas de quase nada - Cláudio Souza Bustamante - Bons Dias - e Nilza Abreu Paiva - Ruas da cidade - muito contribuíram para incrementar "O Centenário".

MAIS COLUNISTAS
Daniel Bustamante da Rosa - Juca Trombone
Raíssa Abreu Gomes - Crônicas da Capital
Antônio José Rosa - A. J. Rosa

Privilegiadas são as pequenas cidades que possuem um veículo de comunicação capaz de registrar tantos acontecimentos, manter fiéis os assinantes e sobreviver na era da Internet. Pedralva foi presenteada com uma imprensa atuante há 26 anos que não faz o "jornalismo cor-de-rosa", como o próprio Edinho mencionou em um dos textos. Por isso, o pedralvense pode comemorar todas as trezentas edições nas quais "perpetuam momentos para que as gerações futuras possam conhecer nossa História."

Veja também:
O jornal "O Centenário"
O jornal "O Centenário" - Parte 2

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Reunião na Câmara Municipal abordou o problema dos cachorros de rua da cidade

Com a presença de autoridades, veterinários e demais membros da comunidade, ontem foi realizada uma reunião, na Câmara Municipal, para conhecer a atuação de uma Organização Não Governamental (ONG)  - a Resgacti - que visa ajudar cães e gatos a encontrarem um lar e também promove a castração destes animais para conter a sua reprodução que ocorre em escala exponencial. A ONG atua em Itajubá, Piranguinho e São José do Alegre.

Cão abandonado no Centro de Triagem Taiuveira - Foto: Márcia Bustamante

Gilberto Andreotti, presidente da ONG, explicou todos os caminhos percorridos pela Resgacti, suas finalidades e sua atuação nos dias atuais. Criada há três anos, a ONG colabora para diminuir a população de cães e gatos através da castração; oferece abrigo e cuida dos animais; promove a adoção e, acima de tudo, evita a eutanásia no Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) causada pelo aumento do número de animais. 
A eutanásia é o último recurso utilizado para cães e gatos doentes, os quais não possuem chances de sobrevivência e tampouco de adoção. Ela consiste em sacrificar o animal de maneira indolor, abreviando o sofrimento ocasionado pela enfermidade. Porém, se a aumentar população de cães e gatos no CCZ, a eutanásia é a saída para diminuir a quantidade de animais após esgotar-se todas as possibilidades de adoção.

Gilberto Andreotti

Gilberto descreveu todos os passos que deverão ser realizados para iniciar as atividades da ONG em Pedralva. Primeiro, ele perguntou para o prefeito Joel Silva se há um local disponível para abrigar 10 animais. Em seguida, explicou que não se deve colocar muitos animais em um mesmo espaço para não haver brigas e mortes em consequência da superlotação. O prefeito afirmou que irá acomodar os animais em um local que será preparado para esta finalidade.
Em seguida, destacou a importância de uma Central de Atendimento e a ajuda de voluntários, contando com o apoio dos veterinários para realizar a castração e membros da comunidade que podem ajudar em vários aspectos: auxiliar na busca pelos animais, propiciar abrigo temporário em suas residências, trabalhar na Central de Atendimento, ajudar a cuidar dos animais que ocuparem o espaço da Prefeitura e associar-se, contribuindo com uma quantia mensal. Afinal, cuidar de vários animais gera um custo elevado com alimentação, remédios, limpeza e etc.

É importante salientar que os procedimentos para castrar os animais serão remunerados, visto que os donos são os seus responsáveis e devem arcar com as despesas. Como nem todas as pessoas possuem recursos para castrar seus cães ou gatos, haverá uma avaliação prévia das condições financeiras dos cidadãos de baixa renda para poder adequar o preço do procedimento ao poder aquisitivo.
Gilberto afirmou que, ao castrar uma fêmea, impedimos o nascimento de 20 gerações desta matriz no período de um ano. Essa redução da quantidade de animais facilita a adoção daqueles que estão abandonados, resolvendo grande parte do problema da superpopulação dos cachorros de rua de Pedralva.

A Resgacti vai oferecer todo o suporte para garantir a eficácia do projeto, porém nada funcionará sem a ajuda dos voluntários. Os interessados colocaram seus nomes e contatos em uma lista e, para funcionar, a ONG deve contar com 3 pessoas, no mínimo. Pedralva começou bem, pois 13 pessoas inscreveram-se para ser voluntárias. São elas:

Veterinários
Juliana Braga Lima
Luiz Marcelo R. Rezende
Evandro Goulart Fernandes
Caio Bustamante Junco

Prefeito
Joel Silva

Vereadores
José Marcos Rezende Bustamante
Sebastião Dailton de Lima

Membros da comunidade:
Luiz Siqueira
Luciene F. M. Mauro
Andréia Chiquini
Antônio Geraldo
Fernando Vilela
Sevilla Vilas Bôas

Gilberto conversando com alguns voluntários

Por ora, os associados não foram cadastrados, mas foram definidos os locais de arrecadação: o Sindicato Rural e a Casa Lotérica.
Para dar continuidade ao projeto, outra reunião foi marcada para o dia 25 de junho.

É Pedralva unindo-se para combater um problema de proporções gigantescas. Afinal, uma comunidade comprometida e atuante não espera apenas a ação do poder público para resolver os problemas do município. 

Cães abandonados no Centro de Triagem Taiuveira - Foto: Márcia Bustamante

LINKS:

domingo, 2 de junho de 2013

A Festa de Santo Antônio no feriado de Corpus Christi

O feriado de Corpus Christi, em Pedralva, foi animado com a tradicional Festa de Santo Antônio, na Praça da Matriz, em sua 44ª edição.
Uma grande estrutura foi montada para oferecer algo que há muito tempo não se via nas cidades do interior: o resgate das festas bem elaboradas e organizadas, oferecendo atrativos visuais, artísticos, de entretenimento e gastronômicos, respectivamente, com os enfeites; apresentações da Dança de São Gonçalo e quadrilhas; bingos e pescaria; variados salgados e doces.

Multidão reunida no Centro da cidade

As Irmãs do Lar da Criança Nossa Senhora de Fátima foram as mentoras e organizadoras deste evento e também contaram com a colaboração de voluntários da comunidade e do comércio de Pedralva, Campos do Jordão, Pindamonhangaba, Taubaté, São Paulo, Itajubá e Piranguinho. Mais uma vez, o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e o Departamento de Turismo e Cultura da Prefeitura Municipal ofereceram um grande apoio para a realização desta festa.


Neste ano, o concurso de quadrilhas não pôde ser realizado devido à falta de participantes, pois apenas duas equipes inscreveram-se - Academia Studio Fitness e Colégio RH Positivo. Por isso, a organização do evento optou por dividir o valor da premiação.

Quadrilha do Colégio RH Positivo - vencedora em 2011 e 2012 - participou neste ano com Alice Bustamante e Talles Braga (os noivos do arraial) sob o comando de Rafael Fernandes de Souza

Todas as noites, houve as rodadas do bingo que ocorreram ao lado do serviço de atendimento da barraca. Foram distribuídas muitas prendas para os sortudos das cartelas, entretanto os não contemplados puderam tentar a sorte na "Caixa do pé frio" através do sorteio da própria cartela da rodada perdida.

Paulo José Patrício foi o mestre de cerimônias do bingo

Os quitutes sempre são uma atração à parte: pastéis, pizzas fritas, frangos assados, espetinhos, quentões, roscas, doces, broas de pau-a-pique e cartuchos.

Banca de doces

Ainda na banca de doces, está o pilão que será leiloado. Criado pelos organizadores do evento, o "Leilão do Pilão" está agitando os interessados em cada lance. Os participantes da festa podem oferecer o seu lance na barraca de atendimento e o término do leilão foi estendido para o dia 13 de junho, dia de Santo Antônio, quando ocorrerá o último dia da festa.

O Leilão do Pilão

Como o dia 13 de junho será em uma quinta-feira, o feriado de Corpus Christi contribuiu para celebrar o dia de Santo Antônio com a presença dos pedralvenses ausentes e visitantes. Mas quem ganhou foi o santo que recebeu duas festas caprichadas em um mesmo ano.

Palco do evento

Parabéns às Irmãs do Lar da Criança, voluntários e Departamentos que ofereceram o que têm de melhor e estão ajudando a resgatar a tradição pedralvense nos eventos do município.

NOTA DA REDAÇÃO

Este texto foi publicado no jornal "O Centenário" - junho de 2013 - Nº 300

Veja também:

terça-feira, 28 de maio de 2013

O escorpião foi tema de peça teatral em Pedralva

Os escorpiões estão dividindo espaço com os pedralvenses, pois alguns focos foram encontrados na zona urbana, assustando alguns moradores e mobilizando o poder público para evitar acidentes. Surgiram, assim, as operações "Cata-Bagulho" com o intuito de diminuir alguns focos deste aracnídeo que pode causar graves acidentes, principalmente com as crianças e os idosos.

O escorpião utilizado na apresentação da peça

Por isso, durante as comemorações do aniversário da cidade, dentre outros eventos, houve a apresentação da peça teatral "Achô? Xô, escorpião!" - promovida pela Secretaria Municipal de Saúde - para a população conhecer os escorpiões e saber como prevenir e socorrer em caso de acidentes, bem como realizar o correto procedimento quando encontrá-lo.

Uma tenda foi disponibilizada com folhetos e escorpiões vivos para a população poder reconhecer este animal e tomar as devidas providências. Os profissionais permaneceram na tenda para sanar as dúvidas dos presentes e receber o boneco do escorpião que atuou na peça.

Tenda da Saúde com Juliana, Diego, Maraísa e Mazé




Escorpiões expostos na tenda - Fotos: Sérvulo Paiva

Uma grande equipe atuou na produção do espetáculo que começou pela criação do personagem-título. Foram necessárias duas semanas para a conclusão do boneco construído com material reciclável. Não havia qualquer projeto concluído para dar vida ao escorpião; apenas uma ideia inicial que ganhou detalhes baseados em fotografias e análise de sua anatomia com a ajuda de Diego Sales dos Santos, estudante de Biologia e estagiário da Prefeitura Municipal.

O escorpião na fase inicial da produção

A cada parte concluída, mais um desafio surgia e assim o escorpião obteve o seu formato através das mãos habilidosas de Rafael Monti Silva, Sérvulo Paiva, Mônica e Márcia Rosa Bustamante.

Acabamento

Rafael Monti Silva emprestou sua voz ao Escorpião e Lissandro Carneiro Fernandes interpretou o vizinho que procura este animal em meio ao entulho após a vizinha ser picada por um escorpião.

                Rafael M. Silva - O Escorpião - e Lissandro C. Fernandes - O Vizinho

A seguir, o vídeo da peça apresentada em frente à Igreja Matriz. Agradecimento especial: padres André e Cordeiro que autorizaram a realização deste evento na escada da igreja.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

terça-feira, 23 de abril de 2013

Programação do aniversário de Pedralva 2013

Infelizmente, o Ameride Brasil Pedralva foi cancelado porque a organização não recebeu o número mínimo de corais inscritos para participarem do concurso. Entretanto, uma nova atividade foi incluída nas festividades: o grupo Sapucaiaços irá promover brincadeiras e roda, cantos e contos na Praça da Matriz, domingo (05/05), a partir das 15:00.


Veja também:
Programação do Aniversário de Pedralva 2012
Aniversário de Pedralva 2011

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2013

Hoje começou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza que terminará no dia 26 de abril. No sábado, dia 20, o Posto de Saúde e a Unidade da *ESF 3 no Bairro São José irão atender especialmente em favor da campanha. Os profissionais irão vacinar os usuários que integram o grupo alvo da campanha no período das 8:00 às 16:00.

                                      GRUPOS A SEREM VACINADOS

1- Crianças de seis meses a menores de dois anos: deverão receber a vacina contra influenza. 


2- Gestantes: deverão receber a vacina influenza todas as gestantes em qualquer idade gestacional. A vacinação de gestantes contra a influenza é segura em qualquer idade gestacional. 


3- Puérperas: mulheres no período até 45 dias após o parto, serão incluídas no grupo alvo de vacinação. Para isso, deverão apresentar qualquer documento, durante o período de vacinação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros).

4- Trabalhador de Saúde: eleito para vacinação é aquele que exerce atividades de promoção e assistência à saúde, atuando na recepção, no atendimento, na investigação de casos de infecções respiratórias, nos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade, cuja ausência compromete o funcionamento desses. Como exemplo: o trabalhador que atua na atenção básica /estratégia saúde da família e os agentes de endemias, pronto atendimento, ambulatórios e leitos em clínica médica, pediatria, obstetrícia, pneumologia de hospitais de emergência e de referência para a influenza e unidades de terapia intensiva. Assim, trabalhadores de saúde que exercem suas atividades em unidades que fazem atendimento para a influenza, bem como recepcionistas, pessoal de limpeza, seguranças, motoristas de ambulâncias e etc.

5- Povos indígenas: a vacinação será indiscriminada para a toda população indígena, a partir dos seis meses de idade.

6- Indivíduos com 60 anos ou mais de idade deverão receber a vacina Influenza.

7- População privada de liberdade: deverão receber a vacina contra a Influenza.

8- Pessoas portadoras de doenças crônicas (conforme listagem definida pelo Ministério da Saúde em conjunto com sociedades científicas): a vacinação contra influenza tem contribuído na redução das complicações e da mortalidade em indivíduos portadores de doenças crônicas e outras condições especiais deverão ser incluídas na campanha de vacinação de 2013. Confira a listagem completa no Informe Técnico do Ministério da Saúde, clicando AQUI.
No entanto, a prescrição médica - contendo o nome do agravo - deverá ser apresentada no ato da vacinação.


ENTENDA A INFLUENZA

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório; é de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz.

Os vírus influenza são da família dos Ortomixovírus e subdividem-se em três tipos: A, B e C, de acordo com sua diversidade antigênica, podendo sofrer mutações. Os vírus A e B são responsáveis por epidemias de doenças respiratórias que ocorrem em quase todos os invernos, com duração de quatro a seis semanas e frequentemente associadas com o aumento das taxas de hospitalização e morte.

Os sintomas, muitas vezes, são semelhantes aos do resfriado, que se caracterizam pelo comprometimento das vias aéreas superiores, com congestão  e secreção nasal, tosse, rouquidão, febre variável, mal-estar, dor muscular e dor de cabeça.

A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de uma a duas semanas sem a necessidade de tratamento médico. No entanto, nas crianças muito pequenas, idosos e portadores de quadros clínicos especiais, a infecção pode levar à formas clinicamente graves, pneumonia e morte.

A principal ação efetiva contra a Influenza é a vacinação anual  que é recomendada para a proteção dos grupos alvos definidos pelo Ministério da Saúde, mesmo que já tenham recebido a vacina na temporada anterior.


PESQUISAS

Alguns estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% do número de hospitalizações por pneumonias, e de 39% a 75% da mortalidade global. Entre os residentes em lares de idosos, pode reduzir o risco de pneumonia em aproximadamente 60%, e o risco global de hospitalização e morte, em cerca de 50% a 68%, respectivamente. Referem ainda a redução de mais de 50% nas doenças relacionadas à influenza.

Nichol e colaboradores (2007) publicaram no New England Journal of Medicine o efeito da vacinação antigripe em idosos durante 10 anos, em três regiões norte-americanas diferentes. Eles demonstraram que a vacinação foi associada a uma diminuição média de 27% no risco de hospitalização por pneumonia ou influenza no inverno e a uma redução de 48% no risco de morte por qualquer causa. Essa redução no risco de morte ocorre devido à associação do infarto do miocárdio e derrame à influenza.

Conforme os dados de meta-análise publicados em 2011 no jornal “The Lancet”, onde foram analisados 31 estudos no período de 1967 a 2011, sobre a eficácia e efetividade das vacinas influenza, encontrou-se uma eficácia geral de 67% neste período. A população com maior benefício foi a de adultos entre 18 e 55 anos de idade, HIV positivos (76%), adultos saudáveis entre 18 e 46 anos de idade (70%) e crianças saudáveis com idade entre 6 e 24 meses (66%).

Estudo realizado no Brasil, sobre o perfil da morbidade hospitalar por causas relacionadas à influenza (incluindo os códigos do CID-9 e CID-10 referentes a pneumonias, influenza, bronquite crônica e não especificada e obstrução crônica das vias respiratórias não classificadas em outra parte) para o período anterior (1992 a 1998) e posterior (1999 a 2006) à introdução das campanhas de vacinação contra a influenza, demonstram uma redução do coeficiente, principalmente para as regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste. Umas das hipóteses levantadas nesse estudo é que a introdução da vacinação contra a influenza dirigida à população idosa a partir de 1999 tem refletido positivamente na prevenção das internações por esse agravo.


* ESF: Estratégia de Saúde da Família

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Concurso Nacional de Corais - Ameride Pedralva

Durante as comemorações do aniversário de Pedralva, será realizado o Concurso Nacional de Corais - o Ameride Pedralva - o primeiro concurso da região abrangendo São Paulo e Rio de Janeiro. Os primeiros colocados de cada categoria receberão o prêmio de R$1000,00 (mil reais) cada um e os vencedores vão representar o Brasil no AMERIDE Internacional que vai ocorrer em agosto na cidade de São Lourenço.

AMERIDE é o resultado da combinação de dois nomes das duas populações menos favorecidas das Américas: os Ameríndeos (índios americanos) e os Negroides (negros trazidos como escravos).



Conheça o site do AMERIDE

NOTA DA REDAÇÃO

Infelizmente, o Ameride Brasil Pedralva foi cancelado porque a organização não recebeu o número mínimo de corais inscritos para participarem do concurso. Entretanto, uma nova atividade foi incluída nas festividades: o grupo Sapucaiaços irá promover brincadeiras e roda, cantos e contos na Praça da Matriz, domingo (05/05), a partir das 15:00.

Veja a nova Programação do Aniversário de Pedralva 2013, clicando AQUI.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Foto do dia

Praça Carneiro de Rezende e Igreja Matriz de São Sebastião

                                                                              Lutrícia Monti

quinta-feira, 21 de março de 2013

Baile de Aleluia 2013


INGRESSOS
Bar do Luizão (Rodoviária)
Floricultura da Sevila

Banda Flash Back
João César da Silva, Fabrício dos Santos, Diovani Bustamante, Daniel Braga, Matheus Macêdo, Matheus Cambura e Caroline Karpezi

VÍDEOS DA BANDA

sexta-feira, 1 de março de 2013

Uma praça que se foi

Sr. José Hamilton Caldas, historiador, autor do livro Pedralva: Terra Amada, criador do brasão de nossa cidade, é filho do saudoso retratista Joaquim Caldas, o Joaquim da Dona, e por isso possui um vasto acervo de fotografias antigas, verdadeiras relíquias que contam a história de uma Pedralva bem diferente dos dias atuais.

Ele postou, no Facebook, esta foto da antiga Praça Wenceslau Braz, situada em frente à então Escola Estadual "Coronel Gaspar". Segundo o Sr. José Hamilton, ela foi construída na gestão do prefeito José de Oliveira Lopes (Zequinha Vicente) entre 1948 e 1950. Entretanto, por motivos pelos quais eu desconheço, este belo aconchegante lugar foi desativado na gestão do prefeito Dr. Jorge Bacha (1951 a 1954).

Antiga Praça Wenceslau Braz em frente à então Escola Estadual "Coronel Gaspar"

Lembro-me deste lugar sem bancos e calçamento, apenas um vasto chão de terra durante os anos 80. Nesta época, as tradicionais festas com barracas eram realizadas neste local.
No fim da década de 80, este espaço situado no Centro da cidade, tornou-se inacessível para a população - quando foi cercado - para servir como parque recreativo da vizinha escola pública. 
É inacreditável, mas a foto abaixo mostra exatamente o mesmo lugar da fotografia acima.

Praça Wenceslau Braz e Escola Municipal Coronel Gaspar (atrás das árvores)

Este foi mais um patrimônio perdido por causa de uma administração pública inconsequente que poderia perfeitamente combinar a recreação da escola com a praça disponível para toda a população. Afinal, Pedralva necessita de mais praças com árvores onde os moradores e visitantes possam usufruir da beleza, do aconchego e da vida interiorana que, pouco a pouco, perdeu-se com a extinção das conversas no banco do jardim.


Veja também:

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Novos cursos em Pedralva


A partir de março, Pedralva será contemplada com diversos cursos que visam melhorar a qualidade de vida e a promoção da cura através de métodos não convencionais. 
Em 2012, eles foram realizados em Lambari onde obteve muito sucesso e, considerando o conteúdo, a didática e a  bagagem do instrutor Laeth Queiroz, Vanessa Bustamante convidou-o para vir ministrar os cursos em nossa cidade. Segue a programação:

PROGRAMAÇÃO

23 e 24 de março: Reiki 1
26, 27 e 28 de abril: Ascensão Melkisedek níveis 1 e 2
25 e 26 de maio: Reiki 2
25 de maio: Wesak - será realizado à noite; curso gratuito
29 e 30 de junho: Reiki 3
Segundo semestre: Yoga

FACILITADOR: Laeth Queiroz

LOCAL: Chácara da Vanessa (antiga usina do Zé Montinho)

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES: Vanessa - (35) 9819-5745 / Zoe - (35) 9957-9057

PROMOÇÃO: Centro de Estudos Superiores Jayananda

REIKI


Reiki é uma palavra japonesa utilizada para descrever todo trabalho de cura que utiliza a energia Reiki.

REI - Energia Cósmica Universal
KI - Força Vital

O Reiki é uma terapia energética vibracional que estimula a cura através das mãos. É um sistema de entendimento e desenvolvimento da vida que, por meio da união da energia REI e da energia KI, transmite a energia vital (a energia KI) existente em todos os seres vivos, levando o seu receptor ao processo natural de cura, extinção de traumas, liberação de problemas físicos latentes e elaboração de suas preocupações.

ASCENSÃO MELCHISEDEK

"O método Melchisedek é muito mais do que uma técnica de ativação de corpo de luz, de cura e de rejuvenescimento. É uma nova fórmula completa para a saúde do corpo, harmonia e ascensão espiritual".
Mestre Toth

Os ensinamentos do Método Melchisedek são apresentados em níveis combinados, que ensinam e demonstram na prática uma nova forma revolucionária de cura física, emocional, mental, etérica e espiritual, de reversão de idade e de ativação do corpo de luz, entre outros benefícios.

O Método Melchisedek cria um constante fluxo de energia de amor, do coração à Fonte de Deus e ao centro cardíaco da Terra. Por essa ligação, é permitido captar-se as energias espirituais da Fonte de Deus e do coração juntos, manifestando uma elevada frequencia energética de cura amorosa que faz elevar o corpo humano e os corpos etéreos a um estado de receptividade à cura e ao rejuvenescimento. Acessos à formas-pensamento e emoções originais são então possíveis nesse estado, completando essa poderosa experiência.
Fonte: Vida Zen

Leitura Complementar:
Infinitto
Vida Zen

WESAK

O Festival Wesak, também conhecido como o Festival da Iluminação, é o Festival do Buda que ocorre na ocasião em que Ele faz o seu contato anual com a humanidade durante a Lua Cheia de Touro. A Bênção de Deus é transmitida à Terra por intermédio de Buda e de Seu Irmão, o Cristo.

Ano após ano, Buda regressa para distribuir Sua bênção e a mesma cerimônia se repete. Cada ano, Ele e Seu Irmão, o Cristo, trabalham em íntima colaboração para benefício espiritual da humanidade. Nestes dois Grandes Filhos de Deus, concentram-se dois aspectos da Visa Divina. Através do Buda, flui a Sabedoria de Deus; através do Cristo, o amor de Deus se manifesta à humanidade, derramando-se sobre ela na Lua Cheia de Touro.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A criatividade do carnaval 2013

Foto: Rafael Fernandes de Souza

O carnaval de Pedralva mostrou que a população também pode opinar na organização do evento, sendo um fato inédito na história da cidade, que mobilizou a comunidade através de Audiências Públicas realizadas pelo COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) e Departamento de Turismo da Prefeitura Municipal.

A Prefeitura e o COMTUR foram felizes em partilhar esta decisão com o público que foi brindado com a total transparência dos gastos em 8 propostas diferentes nas quais incluíam os custos com as bandas e toda a estrutura necessária para a apresentação das mesmas. Veja as 8 propostas, clicando AQUI e AQUI.

Audiência Pública na Câmara Municipal   Foto: Ana Bustamante

Após a decisão final, os voluntários arregaçaram as mangas para reestruturar e ampliar os antigos enfeites da prefeitura, fato já mencionado no texto Programação do Carnaval 2013.

Algumas máscaras na oficina

Os voluntários responsáveis pelos enfeites doaram, além do tempo, uma grande dose de criatividade, paciência e determinação para concluir este minucioso trabalho como aquele realizado nos blocos carnavalescos, salvo as devidas proporções.

Enfeites instalados, palco montado, banheiros químicos e lixeiras em seus lugares, bandas ensaiadas, mas o carnaval não seria o mesmo sem a participação dos foliões. Eles completam esta festa animada com o gingado brasileiro e as famigeradas fantasias. Elas sem dúvida são uma atração à parte.

Os foliões pedralvenses ganham em simpatia, criatividade e muita originalidade na produção para o carnaval. Através do Facebook, copiei as fotos - com a autorização dos seus autores - de alguns foliões e suas fantasias.

Pra começar, uma turma carismática resolveu fantasiar-se de personalidades famosas. Nádia, como Hebe Camargo, brilhou na apresentação dos colegas que, junto com ela, passaram desta para a melhor. O sucesso foi tanto que o grupo realizou uma performance no palco do evento. 
Esta divertida turma do além retornou com a ajuda do pai de santo interpretado por Davi Tedesco (na foto à esquerda). Ao lado dele, Sabrina (Carmem Miranda), Patrícia (Dercy Gonçalves), Caian (Chacrinha), Alice e André (Jessie e Woody da animação Toy Story), Nádia (Hebe Camargo) e Terezinha (chacrete).

Foto: Autor Desconhecido

Abaixo, alguns dos mesmos personagens acima na companhia do Wando (interpretado pelo Écio).

Foto: Ana Isabel Barquete
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...